CDS-PP continua a defender a Videovigilância em Sines.

imagen-videovigilancia

Paulo Freitas, um dos responsáveis da Concelhia do  CDS Sines, volta a recuperar uma das propostas do CDS-PP nas últimas autárquicas, nomeadamente a aplicação do sistema de videovigilância em Sines, com especial incidência. De acordo com o próprio, “O vandalismo tem aumentado progressivamente, e se é preocupante a falta de meios e condições para as autoridades actuarem, como igualmente uma nova estratégia de acção por parte das mesmas, não será menos preocupante a total falta de apatia da Câmara Municipal de Sines em relação à matéria, com um silêncio ensurdecedor, esquecendo que não é só de festas que a cidade precisa”. Questionado sobre esta proposta: “A videovigilância é por si só um meio dissuasor para quem comete este tipo de actos que só mancham a cidade, e se a proposta é exequível, tendo em conta o parecer positivo que obtivemos no passado do Ministério da Administração Interna, então porque não faz a Câmara nada sobre este assunto?É que este assunto não se resolve sem acção”. Sobre se a Câmara possui meios para concretizar esta proposta, a resposta é rápida e incisiva: “Se existe meios financeiros para esta proposta? Como é que poderá ser respondida essa pergunta, quando o próprio executivo não torna público a auditoria das contas da Câmara ? É que já passou um ano do mandato, e as desculpas das heranças passadas não podem justificar para sempre aquilo que deveria ser feito e de facto não é executado.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s