Repsol testa drones em Sines para verificar instalações

fullsize-repsol-580

A Repsol está a estudar como o uso de drones pode contribuir para reduzir os acidentes laborais e os custos de manutenção das infra-estruturas da petrolífera. Depois dos “resultados prometedores” dos primeiros testes realizados em Sines, a empresa vai expandir o projecto a Cartagena e Puertollano.

A petrolífera informou que realizou a primeira prova piloto com um avião não tripulado nas instalações de Sines, escreve esta sexta-feira, 7 de Agosto o El País. O aparelho, que grava imagens de alta resolução, foi usado para avaliar o estado de estruturas com mais de 100 metros de altura.

Depois dos “resultados prometedores” da experiência em Sines, “os voos experimentais vão estender-se nos próximos meses aos completos de Cartagena e Puertollano”, informa a empresa, explicando que está a estudar como o uso de drones pode “evitar acidentes laborais e reduzir os custos”.

Segundo o jornal espanhol, a equipa de Tecnologias da Informação da empresa está também a investigar futuras aplicações desta tecnologia em diversos campos, desde a inspecção de plataformas petrolíferas no mar, até ao envio de pequenas encomendas para instalações remotas, ou como re-transmissores de dados em campanhas de exploração.

Notícias de Sines com Diário Económico

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s