Câmara de Sines atribuiu medalhas de mérito no Dia do Município.

Camara-Sines (1)

O município de Sines agraciou quatro personalidades com medalhas de mérito municipal, numa cerimónia realizada no dia 24 de Novembro, Dia do Município, nos Paços do Concelho. Foram atribuídas medalhas aos cidadãos Cristino Francisco, Luís Batista, Luís Gil e António Bona.

Cristino Francisco (1929-2015) foi homenageado, a título póstumo, pelo seu contributo para o movimento associativo, como autarca e como cidadão respeitado por toda a comunidade. Ao balcão da drogaria Luís Farinha Godinho, foi, ao longo de várias gerações, uma das figuras mais queridas e reconhecidas da população. Participou também, como responsável associativo, na sociedade musical, no clube Sport Lisboa e Sines e na Casa da Benfica de Sines, além de ter colaborado com inúmeras colectividades locais. Foi membro da Junta de Freguesia de Sines, no mandato 1977-1979, o primeiro do poder local democrático, eleito pelo Partido Comunista Português.

Luís Manuel Correia Batista (1942-2015) foi também homenageado a título póstumo, pelo seu contributo para o engrandecimento da Santa Casa da Misericórdia de Sines, principal instituição social do concelho. Vice-provedor entre 1991 e 1997 e provedor entre 1997 e 2009, o seu dinamismo ajudou a transformar a Santa Casa numa instituição mais abrangente e polivalente nas respostas, mais moderna nas infraestruturas e mais presente na comunidade. A conclusão da remodelação do Lar Prats, o centro de dia, o lar de rapazes “Âncora”, o centro de apoio à vida “Mãe Sol”, o centro “Porto d’Abrigo”, o salão social e a expansão da rede de ajuda social do concelho foram algumas das obras que deixou como herança na Santa Casa.

Luís Manuel Gil (1949) recebeu a medalha de mérito municipal pelo seu contributo para o desenvolvimento de Porto Covo enquanto autarca e dirigente associativo. Foi eleito primeiro presidente da Junta de Freguesia de Porto Covo, nas listas da Aliança Povo Unido, em 1985, e voltaria a ser eleito presidente deste órgão autárquico nos mandatos 1997-2001, 2001-2005 e 2009-2013, nas listas do Partido Socialista, sendo o autarca que mais anos e mandatos ocupou no cargo. Além destas funções, contribuiu também para a sua comunidade através da participação no movimento associativo, nomeadamente na cooperativa de habitação CoopCovo, no Clube Desportivo e Recreativo de Porto Covo e na associação A Gralha.

António Bona (1937), um cidadão italiano com fortes ligações a Sines, foi homenageado pelo seu contributo para as áreas sociais, económicas e desportivas. Enquanto administrador da empresa Società Italiana per Condotte d’Acqua, que construiu o porto petroquímico, destacou-se pela sua proximidade com as pessoas de Sines. Bombeiros Voluntários, SMURSS, Cemetra, Santa Casa da Misericórdia e Paróquia de Sines foram algumas instituições apoiadas pela empresa italiana com António Bona. No campo desportivo, fica na memória o seu contributo como dirigente do Vasco da Gama Atlético Clube num dos períodos áureos da sua história, entre o final da década de 70 e o início da década de 80 do século passado.

As medalhas de mérito foram atribuídas após deliberações da Câmara Municipal de Sines, na reunião de 16 de Novembro de 2015, e da Assembleia Municipal de Sines, na sessão de 20 de Novembro de 2015.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s