Contentores crescem 10% ao ano entre 2005 e 2015 impulsionados por Sines.

72aaa-terminal-xxi-537x350

Tendo em conta o relatório de Novembro de 2015, autoria da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), o tráfego portuário, em termos globais, apresenta um crescimento positivo de 3,4% quando levado em conta o período entre 2005 e 2015 – de Janeiro a Novembro de 2005 registaram-se 57,8 milhões de toneladas e em 2015 um total de 81,6 milhões de toneladas. Destaque máximo para o crescimento da carga contentorizada e contentores, que se “situam na casa dos 10% ao ano”.

Como ressalva a AMT, essa taxa de crescimento tem sido fortemente influenciada pelo notável crescimento médio registado nos Portos de Sines e de Setúbal, “na casa de +36% e +23% ao ano”. Surge, de seguida, a carga Ro-Ro, com assinaláveis 8,1% ao ano de crescimento, com papel fulcral do Porto de Leixões neste desempenho progressivo, como relembra a AMT, “com fortíssimo crescimento que tem registado nos últimos três anos, com taxas de +277%, 544% e 73%”, e da carga Fraccionada, com uma tmac de +6,4%.

A AMT reforçou também o destaque do mercado de Contentores, reservando elogios cujos números atestam sem reservas: “sem qualquer dúvida o mais dinâmico, sujeito a uma maior concorrência, responsável pelo maior volume de tonelagem movimentada e que regista a taxa de crescimento mais significativa”, pode ler-se no relatório, que realça também a excelência do posicionamento do Porto de Sines, ‘key player’ que granjea de destaque indubitável no sector e no segmento dos contentores, em específico.

“O porto de Sines, pela sua localização, fundos até -16 m/ZH, características do terminal que permitindo operar navios porta-contentores transoceânicos da última geração, quer pelo facto de ter o terminal concessionado a um dos maiores operadores portuários do mundo, a PSA, e o tráfego ter uma componente maioritária de transhipment, está posicionado num mercado ímpar, cujo comportamento não sofre praticamente de qualquer influência dos outros portos. Comparativamente ao movimento de todo o mercado, Sines representa 51,4% do total e apresenta uma taxa média anual de crescimento de +36,8%”, sublinha o relatório.

Notícias de Sines com Cargo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s