Feira da Primavera anima Centro Histórico.

banner_site_1600x500_1_980_2500.png

A edição de 2016 da Feira da Primavera realiza-se a 23 e 24 de Abril no centro histórico de Sines, assinalando a chegada de uma nova estação do ano com um mercado tradicional e um programa de animação vocacionado para as famílias.

No mercado tradicional, entre as 10h00 e as 20h00, participam dezenas de expositores locais e regionais, entre artesanato e produtos alimentares. Uma pequena mostra de “street food” é novidade nesta edição.

Espetáculos: Da tradição alentejana a uma grande voz soul

A presença de Kika Cardoso, a grande voz soul que encantou Portugal ao vencer a segunda edição do programa Factor X, da SIC, é o destaque do programa de espectáculos da Feira da Primavera 2016. Atua no sábado, 23 de abril, às 18h45.

No mesmo dia, às 17h30, terá lugar uma mostra de dança pelos alunos dos ateliês de movimento e dança do Centro de Artes de Sines e pela Academia de Dança do Vasco da Gama Atlético Clube.

Outro ponto alto do programa acontece no domingo, 24 de Abril, às 17h30: o concerto de Cavaquinhos do Mira, grupo de música tradicional alentejana dirigido por Marco Vieira e formado por alunos de várias gerações da Escola de Música Tradicional de Odemira.

O Coral Atlântico Juvenil apresenta-se também no dia 24, às 18h45, com repertório que vai desde o pop nacional e internacional à música portuguesa.

Os espetáculos da Feira da Primavera realizam-se no Largo Poeta Bocage.

Famílias: Ateliês e sessões de contos nos antigos CTT

O edifício dos antigos CTT, na Praça Tomás Ribeiro, volta a ser a “casa das famílias” em mais esta feira temática. Recebe ateliês e sessões de contos concebidos pelo Serviço Educativo e Cultural do Centro de Artes de Sines.

No dia 23, sábado, às 15h00, realiza-se o ateliê “Pesca Construtiva”, em que os participantes de todas as idades são convidados a entrar numa pescaria criativa. Uma hora depois chega a sessão de contos a partir da obra “O Dia em que o Mar Desaparece”, de José Fanha.

No dia 24, domingo, às 15h00, acontece o ateliê “A Melhor Vela do Mundo”, que consiste na criação de uma vela perfumada a partir de óleo alimentar reciclado. A sessão de contos, às 16h00, mergulha no livro “Lendas do Mar”, de José Jorge Letria.

Cozinha: “Show-cookings” e oficinas para pequenos “chefs”

As artes culinárias estão novamente presentes na Feira da Primavera e a cafetaria do Castelo é o centro das operações.

As novidades desta edição são as oficinas “Pequenos Chefes na Cozinha”, conduzidas por Sandra Santos (Bibi), para maiores de 6 anos. A primeira oficina, no sábado, é dedicada a pratos salgados. A segunda oficina, no domingo, ensina a confeccionar doces sem açúcar. As inscrições estão esgotadas.

Os dois “show-cookings” (demonstrações de cozinha) realizam-se às 16h30 de sábado e domingo. No sábado, estará a cargo do chef Tomás Coelho e será seguido por uma prova de cerveja artesanal. No domingo, será conduzido pelo chef Marcelo Martins e terá como “bónus” uma prova de vinhos.

Bem-estar: Terapias alternativas e fitness

Na Feira da Primavera 2016, estarão ao dispor várias oportunidades para trabalhar o corpo e a mente numa perspectiva de qualidade de vida e bem-estar.

No sábado e domingo, às 11h00, nos antigos CTT, realizam-se “Momentos Zen”. O primeiro, no dia 23, é uma aula de yoga pela professora Paula Charrua. No dia 24, o momento zen é yoga com histórias, para famílias, pela professora Nádia Silva.

O fitness também estará presente na Feira da Primavera, no sábado, com uma aula de Zumba pela instrutora Vanessa Gonçalves (Kalorias Club) e Nádia Alves e, no domingo, com uma aula de Takedance pelo instrutor Tomané. Ambas as aulas terão lugar no Largo Poeta Bocage, às 11h00.

Memória: Jogos tradicionais e apresentação do “Tesouro do Africano”

Depois do sucesso obtido no Natal no Largo 2015, em que o seu presépio foi visto por mais de 3000 pessoas, o Museu de Sines abre as portas aos visitantes na Feira da Primavera. Entre as 10h00 e as 18h00, o museu apresenta o “Tesouro do Africano”, um tesouro de 25 moedas de prata encontradas no Largo Poeta Bocage junto de um misterioso esqueleto de dentes afiados, que nos leva a viajar a um tempo de piratas, escravos e perigosas viagens entre continentes.

Também apelando à memória dos visitantes e à divulgação do passado junto das novas gerações, um conjunto de associações locais recria alguns dos mais populares e divertidos jogos tradicionais no Castelo, entre as 10h00 e as 20h00.

Zonas especiais: Percussão e insufláveis

A associação Skalabá Tuka anima a plataforma da percussão, na Praça Tomás Ribeiro, no sábado e no domingo, entre as 10h00-20h00, proporcionado a oportunidade de aprender alguns dos instrumentos mais típicos da percussão.

A Apreciarte organiza uma zona de insufláveis no quintalão do Castelo, das 10h00 às 19h00 de ambos os dias (entradas pagas).

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s