Galp afectou performance das exportações nacionais.

1020221

O Instituto Nacional de Estatística – ( INE ), anunciou ontem que as exportações diminuíram no primeiro trimestre, tendo a quebra das exportações atingido os 2%. Uma das rubricas das exportações que diminuíram foi precisamente a da exportação de lubrificantes e combustíveis que sofreu uma forte redução. A esmagadora maioria destes produtos são originários da refinaria de Sines da Galp, que caiu quase 40% em relação ao mesmo período do ano transacto. A Galp em Sines, esteve em paragem técnica durante 2 meses, o que é indicador desta evolução negativa, que poderá estabilizar quando saírem os resultados de Abril. Ao existir uma redução das exportações relacionadas com combustíveis, também se verificou uma redução da importação desses produtos, nomeadamente da matéria-prima que não existe em Portugal, estando ambos os indicadores relacionados. Sem a questão dos combustíveis, a variação das importações teria sido positiva em quase 3%.

 

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s