“Rota da Seda” marítima em risco.

2338451_a101-5001859-740x415

O que há uns meses atrás era uma forte possibilidade,  pode agora estar em risco. Há uns meses, o conselheiro de política externa do Governo chinês Lev Fengding referiu que era favorável à inclusão do Porto de Sines na rota marítima da seda do século XXI proposta pela China, e que assim iria abrir outros horizontes e possibilidades de negócios e crescimento para Sines e Portugal. Mas uma das principais conclusões da 5º Conferência do Transporte Rodoviário, promovida, em conjunto, pela UE e pela IRU (International Road Transport Union), dá um cenário diferente. Que o projecto intitulado ‘One Belt One Road’ que tinha  é visto como uma oportunidade para aumentar a eficiência do transporte rodoviário, e assim ligar  negócios e pessoas e, assim, aproximando os mercados asiáticos da Europa, irá depender e muito  de avultados apoios financeiros, tanto do lado investimento estatal como no investimento privado. Tendo em conta o número de países envolvidos e a necessidade de investimento directo que o projecto necessita não só de para a construção de novas infra-estruturas mas também para efectuar melhorias significativas nas infra-estruturas de transporte já existentes, transformam esta oportunidade em algo difícil de concretizar a curto/médio prazo.

Foto: Tiago Melo

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s