Grândola em vez de Sines para a Lauak

 img_817x460$2017_08_20_20_01_38_315942.jpg

 

Lauak uma empresa de aviação francesa vai investir 20 milhões de euros no Concelho de Grândola. Segundo a empresa, o investimento vai criar 100 postos de trabalho. A fábrica a see construída irá servir para o fabrico de componentes para aviões. Não é a primeira unidade em Portugal, sendo que existe unidades em Setúbal e Évora. É o finalizar de um processo desde do ano passado, onde constitui-se a empresa com o nome de Lauak Grândola, tendo no registo comercial da sociedade anónima, como actividade principal é o “estudo, desenvolvimento, fabrico e montagem de peças e componentes para a indústria aeronáutica e peças metálicas para aplicações industriais”. O Concelho de Sines seria a aposta mais lógica, tendo em conta não sou a indústria já existente, o potencial de exportação do Porto de Sines e o elevado número de técnicos especializados existentes no Concelho.

Foto: Bruno Simão

Anúncios

Um pensamento sobre “Grândola em vez de Sines para a Lauak

  1. “o potencial de exportação do Porto de Sines e o elevado número de técnicos especializados existentes no Concelho.” em aeronáutica? Não me parece.

    a aposta em grandola é bastante lógica, do ponto de vista económico. sendo a Lauak uma grande fornecedora da Embraer. o concelho de grandola é bem mais económico estruturalmente do que o de Sines, onde o m2, impostos e Mao de obra são mais caros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s