Portocovense em destaque na Joalharia.

mw-680

De acordo com a Revista Visão, há 9 nomes que se destacam na nova geração de Joalheiros Portugueses. Um do nomes em destaque é o da Portocovense Tânia Gil.

“Tânia Gil”: São anéis, fios, brincos, pulseiras e alfinetes, embora mais pareçam pedaços da natureza encontrados por aí. Quando era pequena, Tânia Gil colecionava conchas, búzios e ouriços-do-mar com as irmãs, apanhados à beira-mar ao pé de Porto Covo, aldeia do litoral alentejano onde cresceu. Hoje, é neles que se inspira para desenhar joias (“objetos usáveis”, prefere chamar-lhes), mas também noutros elementos que vai recolhendo nas suas deambulações pela costa ou em viagens pelo mundo. “Todos os dias são dias de pesquisa. Se vou pela rua e, pelo caminho, encontro uma semente ou uma folha, levo-as comigo”, conta a artesã, que depois transforma toda esta matéria em peças de prata, seja polida, oxidada ou com banho de ouro. A madeira, com aplicações, é outro material que gosta de explorar. “Gosto do cheiro. A madeira tem desenhos e formas que nos direcionam. É um bom exemplo do que pode ser um projeto mais espontâneo, que nasce sem ser pensado, ao contrário do acontece quando trabalho a prata.”

mw-680 (1).jpg

Para Tânia Gil, 36 anos, a joalharia é sonho de menina tornado realidade. E se ainda hoje vai buscar alguns ensinamentos da licenciatura em Design de Equipamento que tirou no IADE, foi na escola de joalheiros Contacto Directo, no bairro lisboeta de Santos, onde entrou em 2003, que tudo passou a fazer sentido. É nesta mesma zona que, agora, tem a sua oficina-ateliê, onde os clientes que a visitam a podem ver a trabalhar, concebe as peças que vende em mercados e lojas selecionadas, e prepara as idas a feiras internacionais. “Não é fácil, é preciso muita persistência”, afirma. “Hoje já há mais apoios financeiros para montar uma oficina e a joalharia portuguesa tem ganho cada vez mais destaque, sobretudo lá fora. A Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal [com sede no Porto] tem feito um bom trabalho neste sentido”, salienta Tânia, que, no próximo mês de janeiro, volta, pela terceira vez, à Bijorhca, a feira internacional de joalharia de Paris.

Tânia Gil: Travessa dos Mastros, 1, Lisboa > T. 96 640 4202 > http://www.taniagil.com

Entrevista: Susana Lopes Faustino

Foto: Mário Lopes Ferreira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s