Novo Terminal: Surf/Ambiente vs Economia/Emprego

Noticia_SOSTorpes.jpg

O futuro terminal do Porto de Sines, denominado por Vasco da Gama ainda não arrancou, mas já divide a população do Concelho. No lado dos defensores, o impacto na criação de empregos e na economia do país são argumentos mais que suficientes para alavancar este projecto para o futuro, sendo que os números avançados (mil postos de trabalho), iria baixar drasticamente a taxa de desemprego local, para além de atrair novos habitantes não só ao Concelho de Sines mas igualmente aos Concelhos vizinhos, proporcionando outra dinâmica local. No lado dos que se mostram contra, argumentos como a erosão da costa, o impacto visual e de poluição num Concelho já em si penalizado pela poluição industrial, bem como a possível reconfiguração das praias, em especial de São Torpes, consideram um preço elevado para ter essa evolução. O estudo de impacto ambiental do projecto Vasco da Gama ainda está em consulta pública e assim irá permanecer até 19 de Junho. Entre propostas dentro do estudo, encontra-se a criação de um programa de monitorização para proporcionar o acompanhamento de todo o projecto, a possibilidade de indemnizar as escolas de Surf instaladas e estudar a eficácia da implementação de recifes artificiais para aumentar o número de locais para a prática de Surf e diminuir o impacto do projecto na zona em questão.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s