Portos: Sines lidera maior recuo.

18983931_770x433_acf_cropped.jpg

A movimentação relativa aos portos comerciais do continente sofreu um recuo de 10.9% o que significa uma movimentação de 21,9 milhões de toneladas, sendo que Sines sofreu uma queda abrupta em média de 18.5%. Essa redução significou para Sines menos 2.5 milhões de toneladas, sendo que a variação trimestral homóloga negativa resulta das diferentes performances dos portos, sendo que Aveiro é o único que se destacou pela positiva ao atingir os dois dígitos (10.3%). Em Sines, a movimentação de produtos petrolíferos e do carvão e de carga contentorizada, recuou 17.7% e 18.8% e 18.5%, respectivamente. Pese a perda de 4.7% em relação ao mesmo período de 2017, Sines mantém a sua posição de liderança, mantendo uma quota de 50.4%, seguindo-se Leixões, com 20.2%, Lisboa, com 13%, Setúbal, com 7.7%, e Aveiro, 6.1% e os restantes portos com um total de 2.6%.

Foto: Rui Minderico/Lusa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s