EDP tem duas das fábricas mais poluentes da Europa, e uma delas é a de Sines.

edp_sines_1.jpg

A central termoelétrica da EDP em Sines foi a 22.ª fábrica mais poluente da Europa no ano passado, período em que expulsou mais de 7,4 milhões de toneladas de gases poluentes para a atmosfera. E esta não é a única fábrica da elétrica liderada por António Mexia a surgir neste ranking, já que logo na posição seguinte surge uma unidade detida pela EDP em Espanha, que emitiu pouco mais de sete milhões de toneladas — valendo-lhe a segunda posição entre as infraestruturas mais poluentes do país vizinho. Analisando os dados sobre a economia portuguesa, o caso da central termoelétrica da EDP em Sines é mesmo bastante singular, já que nem somando as três seguintes fábricas mais poluentes do país se chega ao nível de emissões desta central. Fonte oficial da EDP atribui as elevadas emissões das suas centrais termoelétricas com o facto de serem das mais eficientes no seu portefólio, o que faz com que produzam de forma mais intensiva. A central da EDP em Sines, com quatro grupos de geradores e uma potência total instalada a rondar os 1.300 megawatts, foi responsável por 7,4 milhões de toneladas de emissões em 2018, marca que a coloca, e por uma enorme vantagem, à frente da tabela portuguesa dos mais poluentes. Seguindo os dados apurados pela CE para Portugal, é de destacar também a preocupante concentração de grandes poluentes num único município do país, já que se encontram em Sines duas das três fábricas que estão no pódio nacional. Além da termoelétrica de Sines, também a refinaria da Petrogal citada se encontra neste concelho, o que eleva para perto de dez milhões de toneladas as emissões de gases poluentes que saem deste município. Apesar dos elevados valores apresentados pela central da EDP em Sines em comparação com as restantes unidades presentes em Portugal, certo é que tanto esta instalação, como a grande maioria das que foram identificadas pela CE evidenciam uma evolução bastante positiva face às emissões registadas em 2017. Quanto à EDP, em Portugal respondeu por um total de 8,97 milhões de toneladas, já que às 7,43 milhões da já referida central de Sines, devem somar-se as emissões das centrais termoelétricas de Lares e Ribatejo, com emissões de 660 mil e 870 mil toneladas. A termoelétrica de Sines, além de liderar o ranking das mais poluentes de Portugal, surge na 22.ª posição do ranking europeu de maiores emissores de gases poluentes para a atmosfera.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s