APREN alerta para riscos do encerramento antecipado da central de Sines.

original (1)

A APREN – Associação Portuguesa de Energias Renováveis afirmou concordar com a decisão do Governo de antecipar o encerramento da central a carvão de Sines, mas alerta para riscos relacionados com a segurança do abastecimento nacional.

“A Associação considera que este encerramento não só é tecnicamente possível como desejável, no âmbito de uma estratégia de transição energética ambientalmente sustentável, que promova a coesão social e aumente o rendimento disponível do consumidor, através da redução incremental do preço da eletricidade”, lê-se no comunicado divulgado.

Ainda assim, a associação realça que “esta decisão não está isenta de riscos e de alterações nos resultados socioeconómicos, que têm que ser acautelados“, nomeadamente relacionados com a segurança do abastecimento eléctrico nacional e com o possível aumento da dependência de importações de energia eléctrica de Espanha.

Neste contexto, a associação considera que “é fundamental ser atempadamente concluído o aproveitamento hidroeléctrico do Alto Tâmega que, com a sua capacidade de bombagem de 880MW [megawatts], permitirá ter uma capacidade de reserva deste montante, contribuindo positivamente para o equilíbrio de preços no mercado, e para que, em situações extremas de consumo ou de escassez de produtibilidade renovável, se reduza a dependência de importação de Espanha a preços excessivos ou eventualmente especulativos”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s