IEFP com 100 mil euros para estudar futuro de trabalhadores da Central de Sines.

2260330_A101-3879295-768x512.jpg

O Instituto de Emprego e Formação Profissional vai receber 100 mil euros do Fundo Ambiental para estudar entre outras matérias, a requalificação dos trabalhadores da central termoelétrica de Sines, cujoencerramentos foi  antecipado para 2023, no âmbito dos planos para reduzir as emissões poluentes no país.

A dotação está prevista na versão preliminar da proposta do Orçamento do Estado de 2020 e aparece como resposta do governo às preocupações dos trabalhadores da unidade alimentada à carvão, que ficarão sem emprego. Estas preocupações têm também vindo a ser lembradas por sindicatos e partidos das esquerdas, que pedem medidas de compensação para os trabalhadores.

O anúncio de confirmação do encerramento antecipado da estrutura foi feito pelo primeiro-ministro, António Costa, no final de outubro, após a tomada de posse do novo governo. O fecho da unidade está no entanto dependente da conclusão do sistema de barragens do Alto Tâmega e da construção de uma nova linha de alta tensão para abastecer o Algarve.

Foto: Global Images

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s