Central Termoelétrica de Sines vai fechar mais cedo do que o previsto inicialmente.

Fotor_157754238771239.jpg

Segundo avança a TVI, a  Central Termoelétrica de Sines vai fechar mais cedo do que o inicialmente previsto. O Governo impôs o encerramento em 2023, por razões ambientais, mas a EDP está a preparar o seu encerramento antes, o que pode acontecer dentro de pouco mais de um ano.

A produção a carvão está a deixar de ser rentável, uma vez que o custo de emissões do CO2 encarece a produção desta central a carvão.

Este encerramento apanha o Governo desprevenido. No entanto, Portugal irá apressar as metas para a descarbonização, uma vez que esta central a carvão é um dos maiores poluidores do país, mas é também a central que mais eletricidade produz, pelo que o seu encerramento pode por em causa a estabilidade do sistema eléctrico no sul do país.

Isto é, no limite pode haver “apagões” na zona Sul. Para evitá-lo, o Governo quer acelerar a instalação de centrais a energia solar no Alentejo e precisa de investir numa nova linha de alta tensão a passar por Ferreira do Alentejo ( importante para servir o Algarve e “recolher” a nova produção do solar).

Além disso, as importações de eletricidade a partir da central de Huelva deverão aumentar.

A central de Sines é um marco industrial na zona de Sines, sendo responsável directa e indirectamente por cerca de 400 postos de trabalho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s