Usar álcool gel na praia pode causar queimaduras, avisa dermatologista.

1c06f4fff633dff21dac31286e7e2935-783x450

O hábito de limpar as mãos com álcool gel, que se tornou frequente com o aparecimento do novo coronavírus, deve ser evitado na praia, aconselha uma dermatologista espanhola. Em declarações ao jornal El Mundo, a dermatologista Marta Frieyro, do Hospital Quirónsalud Marbella, em Espanha, afirma que o uso de álcool gel na praia deve ser evitado porque pode provocar queimaduras. A alta percentagem de álcool, combinada com a luz solar, pode originar queimaduras na pele, acrescentando que as pessoas devem ter especial cuidado com as peles mais sensíveis, como as das crianças. Na opinião da especialista, a absorção rápida destes desinfectantes cria a falsa sensação de evaporação total na pele. No entanto, os seus componentes “mantêm-se na superfície durante muito tempo”, de modo a que a incidência da luz solar pode levar a “um escurecimento da pele na melhor das hipóteses, ou a uma queimadura, no pior dos casos”. Como alternativa, a dermatologista aconselha as pessoas a lavarem as mãos com água e sabão, que é uma “medida de segurança para evitar o contágio do coronavírus que não representa risco para a saúde da nossa epiderme”, afirma ao jornal espanhol.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s