Restauração e alojamento a caminho do colapso, alerta AHRESP

Para a AHRESP, as medidas anunciadas pelo Governo são consideradas “absolutamente insuficientes”. De acordo com a associação, “estes novos apoios acolhem o princípio da concessão de verbas a fundo perdido, que há muito vinha sendo reclamado, mas ficam muito aquém das medidas recentemente propostas ao Governo através do Programa de Emergência” pedido pela entidade. 

E vai mais longe: “A grave crise económica e financeira que assola as empresas da restauração e bebidas e do alojamento turístico exige a implementação de medidas excecionais que garantam a sua sobrevivência e a manutenção dos postos de trabalho”.

Recorde-se que o mais recente inquérito mensal da AHRESP, relativo ao mês de outubro revela que 41% das empresas de restauração e 19% das empresas de alojamento têm intenção de requerer insolvência. Ao nível do emprego, 47% das empresas de restauração e 27% das empresas de alojamento indicaram que já efectuaram despedimentos desde o início da pandemia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s