Grupo de orcas ataca embarcação ao largo de Sines.

O tripulante de um veleiro, de nacionalidade alemã, foi resgatado esta terça-feira, ao largo da costa, depois de a embarcação ter sido abalroada por um grupo de orcas, confirmou ao Correio da Manhã Rui Pedro Filipe, Capitão do Porto de Sines e Comandante da Polícia Marítima. De acordo com o CM, o navegador solitário do veleiro, um homem de 60 anos, efectuou um pedido de socorro, através das comunicações rádio VHF marítimas, quando se encontrava a cerca de 12 milhas, a noroeste de Sines, ao largo da Lagoa de Santo André. De imediato os militares da Policia Marítima de Sines deslocaram-se ao local com uma lancha, onde apuraram que “a embarcação tinha sido abalroada por várias orcas que partiram o leme, deixando a embarcação à deriva e sem capacidade de manobra”, explicou o Capitão do Porto de Sines. Segundo o CM, quando a Policia Marítima estava a rebocar o veleiro, em direcção ao Porto de Recreio de Sines, também foi atacada pelo grupo de orcas que tem sido avistado com frequência ao largo de Sines. A embarcação de bandeira alemã e com 10 metros de comprimento, tinha saído de Cascais e seguia em direção ao Algarve. Este é o terceiro caso registado de orcas que atacaram veleiros de pequena dimensão, ao largo da costa alentejana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s