PIB recupera 13,3% no terceiro trimestre, mas tem quebra homóloga de 5,7%

O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou esta segunda-feira que a recuperação da economia portuguesa foi de 13,3% em cadeia no terceiro trimestre, após a queda histórica no segundo trimestre por causa da crise pandémica. Apesar da recuperação expressiva, o PIB continua 5,7% aquém do verificado no terceiro trimestre de 2019.

“Esta evolução deveu-se em grande medida ao comportamento da procura interna que registou um contributo significativamente menos negativo que no trimestre precedente (passando de -11,8 pontos percentuais no 2º trimestre para -4,0 p.p.), refletindo sobretudo a recuperação expressiva do consumo privado e, em menor grau, do Investimento e do consumo público“, explica o gabinete de estatísticas. No caso do investimento, foi o escoamento de stocks, a recuperação do equipamento de transporte e o contínuo crescimento da construção a permitir esta recuperação.

No caso do consumo privado, a compra de bens alimentares manteve-se sempre a crescer, mesmo na comparação homóloga, sendo uma excepção à queda generalizada, o que poderá ser explicado pelo menor recurso a restaurantes. Além disso, após o adiamento da compra de bens duradouros no segundo trimestre (-26,3%), esta componente do consumo das famílias subiu 2,1% no terceiro trimestre, em termos homólogos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s