Bruxelas critica falta de ambição no hidrogénio em Sines: “100 MW até 2025 não é nada”.

No arranque da conferência “Portugal na Vanguarda do Hidrogénio Verde na Europa”, organizada pelo ECO e pelo Capital Verde, foram ouvidos os responsáveis em Bruxelas sobre o que pensam das ambições nacionais para a produção do gás renovável do futuro, que a União Europeia já classificou como peça indispensável para que o continente se torne no primeiro neutro em carbono em 2050. Na sua keynote talk, na abertura desta webconference, Christian Weinberger, da Direcção Geral da Comissão Europeia para o Mercado Interno, Indústria, Empreendedorismo e PME, não hesita em criticar a falta de ambição das metas para a produção de hidrogénio verde em Sines: “100 MW até 2025 não é nada, assim vão perder o momento”, defende. O responsável europeu tece também elogios a Portugal e considera que o país é um dos melhores sítios da Europa para produzir hidrogénio verde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s