Nuno Mascarenhas pediu ajuda para resolução de problemas com gaivotas.

O “Polígrafo”, projecto jornalístico que faz verificação de factos e notícias deu como verdadeiras as várias publicações nas redes sociais de que Cristina Rodrigues, eleita pelo PAN mas tendo entretanto passado à condição de não inscrita ou independente, apresentou um projecto de resolução na Assembleia da República visando “a criação de um grupo de trabalho para dar resposta ao crescente conflito entre gaivotas e humanos”. O Polígrafo questionou a deputada sobre os motivos e contexto de tal iniciativa parlamentar.

Questionada sobre esta matéria pelo Polígrafo, Cristina Rodrigues explica que a proposta surgiu no seguimento de “vários pedidos de ajuda, nomeadamente do Presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, que sinalizou dificuldade em lidar com as gaivotas no seu município tendo solicitado ajuda para a resolução da questão”.

“A proliferação destas espécies em meios urbanos começa a ser vista como uma praga, seja por questões de qualidade ambiental ou de saúde pública”, esclareceu.

A deputada independente acrescenta que este “não é um assunto recente” e que  “já foi abordado diversas vezes”. De facto “o conflito” já foi tema de uma grande reportagem na RTP, bem como de diversos artigos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s