O alerta de Marcelo: menos de 2 mil casos até à Páscoa para não ter “um verão e outono ameaçados”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, falou esta quinta-feira ao país, na sequência da aprovação da renovação do estado de emergência, que vai vigorar entre os dias 15 de fevereiro e 1 de março, para permitir medidas de contenção da covid-19. Disse que o número de infecções tem que descer até à Páscoa e que é preciso manter o confinamento. Agradeceu aos portugueses o esforço e alertou que não é altura para crises políticas.

Na comunicação de cerca de sete minutos, Marcelo Rebelo de Sousa disse que as últimas duas semanas, em que Portugal esteve mais uma vez em confinamento geral, foram difíceis, mas “terminaram melhor do que começaram”. A mensagem foi clara: o estado de emergência e o actual confinamento devem manter-se “março fora”, sem “sinais errados para a Páscoa”.

“Temos de sair da primavera sem mais um verão e um outono ameaçados. Em vida, saúde, economia, sociedade. Temos de assegurar que a Páscoa, no início de abril, não será causa de mais uns meses de regresso ao que vivemos nestas semanas”, afirmou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s