Theo Notteboom realça “resultados positivos” e destaca recuperação de Sines

Segundo avança a revista cargo, o especialista em Economia Portuária e Marítima, Theo Notteboom, analisou a movimentação de contentores nos portos europeus durante o ano de 2020 – um dos destaques da análise focou-se no desempenho, geralmente positivo, dos portos portugueses, e, em particular, na recuperação operada pelo líder no segmento contentorizado: o Porto de Sines. O Porto de Antuérpia foi o único a registar uma variação homóloga positiva face a 2019. “Nenhum dos portos portugueses chegou ao top 15, apesar dos resultados positivos na maioria dos portos. O Porto de Sines, o maior porto de contentores de Portugal, movimentou 1,6 milhões de TEU em 2020 (+13%), recuperando parcialmente da queda de tráfego de -19% em 2019”, assinalou. A directa concorrência esteve também em evidência na análise: “A pequena diminuição do tráfego no hub de transbordo no porto vizinho de Algeciras contrasta fortemente com o crescimento acentuado de +20% em Tanger Med via Estreito de Gibraltar (5,8 milhões de TEU em 2020)”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s