Museu publica Jornal sobre Restauração

O Museu de Sines publica este mês mais uma edição do seu jornal Redes do Tempo, dedicada à restauração.

“Depois de um encerramento forçado, os nossos restaurantes estão de volta, por isso, aproveitamos esta edição do jornal do Museu de Sines para recordar como eles são importantes na vida de uma cidade e como constituem um património a defender”, escreve o presidente da Câmara, Nuno Mascarenhas, no editorial.

O número 17 do jornal evoca alguns dos estabelecimentos históricos da restauração em Sines: a Tasca do Valentim, os restaurantes da praia, O Migas, a Adega de Sines, o Mar de Praia, o Mano Zé, o À Coca, o Café Baía e Pérola do Rossio, entre outros.

O Redes do Tempo agora publicado contém também o testemunho de um dos mais renomados chefs de cozinha portugueses, Vítor Sobral, que fala das suas memórias gastronómicas ligadas a Sines.

Em edições anteriores do jornal, já tinham sido evocados os restaurantes de São Torpes e figuras como os Galegos e o Maurício “das Caldeiras” e a sua inseparável D.ª Fernanda.

Publicado desde 2009, o jornal “Redes do Tempo” é um registo da memória dos sinienses. Ajuda a completar vazios da história do séc. XX em Sines e a tornar mais nítido o retrato da vida da população em todas as suas dimensões, da lúdica à laboral.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s