Porto de Sines disparou 80% em Maio em relação ao mesmo mês em 2020.

Segundo avança a Revista Cargo, o relatório da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) é taxativo ao analisar o movimento portuário nos primeiros cinco meses de 2021: a performance no mês de Maio deu uma positiva guinada na tendência, sendo crucial para consolidar o movimento global de cargas nos portos do Continente em +5,8% face ao mesmo período de 2020. Só nesse mês, assinale-se, verificou-se uma variação homóloga positiva de +36,4%.

Frisa a AMT no seu relatório que «o mês de Maio introduz uma inflexão na curva do volume acumulado de carga movimentada no Ecossistema Portuário do Continente, ao registar um total de 7,6 milhões de toneladas, que corresponde a uma variação homóloga positiva de +36,4%». No entanto, a entidade contextualiza, lembrando a contracção em Maio de 2020, no auge do surgimento da pandemia no continente europeu.

Importa, contudo, relativizar este desempenho pelo facto de, por um lado, resultar da comparação com valores de meses homólogos que, sob efeito negativo das medidas de combate à pandemia de Covid–19 na sua primeira fase aguda (1.ª vaga), reflectiam níveis baixos da actividade portuária (apenas comparáveis com os do início de 2013)», recordou a AMT. No entanto, o Porto de Sines foi fundamental para a consolidação do resultado global nestes primeiros cinco meses do ano: um salto homólogo de +80% em Maio ajudou a fixar um crescimento nacional de +5,8%.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s