Investimentos para transformar Sines ascendem a 17 mil milhões.

Com a invasão da Rússia à Ucrânia, o porto de Sines está a ser apontado como um ponto estratégico para a inversão do paradigma de entrada de gás na Europa. Em entrevista ao Dinheiro Vivo (acesso condicionado), o presidente executivo da AICEP Global Parques assinala que este “é um grande hub logístico, energético e tecnológico” em Portugal e que os investimentos em curso ascendem a 17 mil milhões de euros.

“Neste momento, excluindo investimento público, os dados somados de projetos em curso [no porto de Sines], confirmados e potenciais – muitos em que ainda concorremos com outras geografias – ascendem a 17 mil milhões de euros”, revela Filipe Costa, CEO da AICEP Global Parques. Neste contexto, o responsável dá como exemplo a “duplicação do atual terminal de contentores e futuro segundo terminal”, em que só na componente privada representa um investimento de 940 milhões.

“No outro vertical, o que chamamos Energia Sul, que junta todo o hub energético de Sines com as indústrias intensivas do ponto de vista energético (refinação, petroquímica, química, indústria circular descarbonizada, novos projetos de amónia e hidrogénio verde) um total perspetivado de 12.679 milhões de euros, dos quais cerca de 5 mil milhões são reinvestimento de empresas já presentes, como Galp, EDP Produção e Repsol Polímeros”, exemplifica ainda Filipe Costa, ao mesmo jornal. Além disso, estão ainda previstos “mais 7.500 milhões de investimentos” no que toca a novos players.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s