Sines pode de imediato suprir falha de gás na Europa, diz João Galamba

No Programa “360” da RTP 3, o secretário de Estado do Ambiente e da Energia explicou qual pode ser o contributo de Portugal para suprir a falha de abastecimento energético na Europa, provocada pela invasão russa da Ucrânia. João Galamba frisou que, com a guerra na Ucrânia, “temos um desafio de muito curto prazo que é alterar de forma radical e tão rápido quanto possível [o abastecimento energético], para dependermos menos da Rússia”.

“É aí que surge um papel importante que Portugal pode desempenhar em Sines”, sublinhou o secretário do Ambiente e da Energia.

“Estamos a falar de necessidades de curtíssimo prazo, e uma das grandes vantagens de Sines é que pode de imediato desempenhar este papel de abastecimento com navios mais pequenos do que o norte da Europa”.

João Galamba adiantou à RTP que o Governo tem um conjunto de passos já estudados, quantificados e com várias fases. “Portugal, com investimentos mínimos – e quando digo mínimos são, nas fases todas, inferiores a dez milhões de euros – consegue exportar quase o dobro do nosso consumo anual”, elucidou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s