Maior central a carvão espanhola já foi reativada. E em Portugal?

As informações são claras. A energia além de estar com preços elevados pode falhar na Europa e nesse sentido é preciso ter soluções alternativas.

A vizinha Espanha já está a trabalhar nesse sentido, e a pedido do governo espanhol, a Endesa voltou a queimar carvão na passada quarta-feira, na central termoeléctrica “As Pontes”. De acordo com as informações, nas duas últimas semanas chegaram 160 mil toneladas de carvão da Indonésia e a empresa voltou a contratar antigos trabalhadores. M

Ou sejaz a maior central a carvão espanhola está de novo em funcionamento.

Segundo informações do canal MedioTejo, a decisão de reactivar a central não é de agora. Há um ano, quando os preços da energia atingiam valores recorde no mercado ibérico, Espanha iniciou o processo de reativação.A central “As Pontes”, na Galiza, tinha cessado actividade em julho e iniciado o processo de desmantelamento de duas das suas quatro torres, com uma capacidade de produção de 350 MW cada uma. Depois de vários meses parada, a central de “As Pontes” recebeu em setembro uma licença especial de produção (que poderá vigorar até 2028), para as duas torres que estão em condições de funcionar, com uma potência combinada de 700 MW, revela o jornal.

Sabe-se que a Endesa voltou a comprar matéria-prima e em outubro chegaram ao porto de Ferrol, na Galiza, vários barcos carregados com 160 mil toneladas de carvão comprados na Indonésia.

A imprensa galega adianta que várias empresas subcontratadas estão a recrutar trabalhadores até junho de 2023. Em Portugal, a Central do Pego, responsável por 4% das emissões do país, foi a instalação com o segundo maior peso nas emissões de dióxido de carbono em Portugal na última década, a seguir à Central Termoelétrica de Sines.

Advertisement

Um pensamento sobre “Maior central a carvão espanhola já foi reativada. E em Portugal?

  1. Nós, portugueses somos um povo mais desenvolvidos que os restantes e estamos sempre na vanguarda do desenvolvimento económico e ambiental, razão pela qual tomamos estás e outras decisões.
    Mesmo que peguemos a energia mais cara, sendo ela importada de outros países que a produzem com centrais iguais ou piores que as nossas (Sines e Pego), manteremos a nossa posição para dar o exemplo ao mundo.
    Pelo caminho provavelmente alguns “amigos” devem ter ficado com os bolsos um pouco mais recheados. Mas que importância tem isso, no meio de tantos outros casos.
    Ainda no outro dia recebemos 125€ que já compensa quase metade dos 320€ que nos levaram para a TAP….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s