APA valida ampliações e novo terminal em Sines

Terminal-XXI-1060x594-1536058412

A Agência do Ambiente deu luz verde, embora com condicionantes, aos projectos de ampliação do terminal XXI, o terminal de contentores do Porto de Sines, gerido pela PSA, de Singapura, assim como para um novo terminal de contentores, o Vasco da Gams. Este último vai ser concessionado após um concurso público internacional, tendo já diversos grupos chineses manifestado o seu interesse. O Terminal XXI do Porto de Sines superou os números de 2017 em 2018, em matéria de carga contentorizada, valendo já 58% da carga movimentada em todos os portos do país. Estes investimentos em Sines, que rondam os 1.140 milhões de euros, pretendem duplicar a capacidade em movimentar contentores.

Anúncios

Queda de grua numa habitação provocou três feridos.

images.jpeg

Foi dado hoje em Sines, por volta das 16h, o alerta sobre a queda de uma grua, com aproximadamente 24 metros de altura, em cima de uma habitação na Quinta de Santa Catarina, que provocou três feridos.  Um dos feridos possui ferimentos ligeiros e as outras duas foram assistidas no local. Até agora não há indicação sobre o motivo do acidente.

Sines – Caia: Infraestruturas de Portugal adjudica mais 20 km.

MSC-ferrovia-Logística-e-Transportes-Hoje-.jpg

A Infraestruturas de Portugal adjudicou no dia de hoje ao consórcio constituido pela Comsa – Fergrupo – Constructora San Jose, a construção dos 20,5 quilómetros de linha férrea entre Évora Norte e Freixo. A obra custará 46,6 milhões de euros e deverá estar executada em cerca de ano e meio (540 dias). É primeiro dos três troços em que foram divididos os cerca de 80 quilómetros que distam entre Évora Norte e a Linha do Leste, e que hão-de completar o Corredor Internacional Sul, de ligação do porto de Sines, mas também aos portos de Setúbal e Lisboa, ( numa fase posterior) à fronteira do Caia.

Iniciativa pede contributos para o projecto “Dizeres”

980dizeres2_1_980_2500.jpg

Existe um falar muito próprio das comunidades locais, que reflecte vivências ligadas a atividades tradicionais, a origem ancestral das populações e o cruzamento de culturas e tradições.

Registar e divulgar este património imaterial é salvaguardar a própria identidade do nosso território.

Este é um projecto do Arquivo Municipal de Sines, em parceria com a Biblioteca Municipal, cofinanciado pelo programa Tradições da EDP Produção.

PARTICIPE E ENVIE OS SEUS DIZERES

Contribuir através de formulário

Contribuir através de email: arquivo@mun-sines.pt

Contribuir pelo telefone: 269 860 090

Oliveirense bate Benfica e conquista Taça Hugo dos Santos

image.jpeg

A Oliveirense venceu ontem o Benfica por 77-70, na final da Taça Hugo dos Santos, conquistando o troféu pela primeira vez desde que a prova tem a designação actual. Em nove edições, a competição só tinha sido conquistada pelos dois grandes, com a formação de Oliveira de Azeméis a quebrar essa hegemonia. A forma determinada como os campeões nacionais entraram na partida (9-30) foi fundamental para garantir a festa. Nos quartos seguintes, as águias mostraram-se mais concentradas e foram recuperando terreno, apesar da lesão de Xavi Rey – bem rendido pelo jovem Gonçalo Delgado. Nos derradeiros 10 minutos, as águias chegaram a estar a um ponto de distâncias, mas um triplo de José Barbosa e outro de James Ellisor devolveu alguma margem à Oliveirense. O belga Thomas De Thaey, com 20 pontos e nove ressaltos, foi eleito o MVP da partida.

CIMAL exige “reforço de meios” da GNR no Litoral Alentejano

gnr-2611-660x330.jpg

Vitor Proença, o presidente da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL), ( Do qual Sines faz parte), exigiu hoje ao Governo “o reforço de meios”, humanos e materiais, para “fortalecer a capacidade de resposta” da Guarda Nacional Republicana (GNR) nesta região. Há uma falta de efectivos gritante e de veículos motorizados em todos os concelhos do litoral alentejano”, disse o autarca comunista Vítor Proença, em declarações à agência Lusa. O também presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, deu como exemplo as “duas viaturas ligeiras e uma todo-o-terreno” que se encontram “inoperacionais” no posto da GNR de Alcácer do Sal e denunciou a “falta de verbas” para a aquisição de “materiais de limpeza, consumíveis e apetrechamento do parque informático”. “São os militares que têm de fazer a limpeza pontual do posto da guarda, depois da saída da mulher que fazia a limpeza das instalações, quando deviam estar aptos para garantir a segurança e protecção das populações”, afirmou. Além de “défices enormes de recursos humanos e de viaturas”, o autarca apontou também “problemas” nos quartéis da GNR de Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, Grândola, e de Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira. “Não há no horizonte datas concretas para o início das obras e, nos casos de Vila Nova de Santo André e de Grândola, nem sequer para o lançamento dos respectivos concursos”, criticou o autarca. Considerando a situação, no litoral alentejano, “muito má”, Vítor Proença, indicou que existem zonas “onde a criminalidade aumentou”, entre 2013 e 2018, “não sendo alheio o défice de militares, a falta de equipamento apropriado e de viaturas”. A situação foi comunicada numa reunião, realizada recentemente em Grândola, que juntou os presidentes das cinco câmaras que compõem a CIMAL, Sines, Santiago do Cacém, Alcácer do Sal, Grândola e Odemira, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

CDS-PP Sines pede resolução dos problemas de aquecimento da Escola Básica de Porto Covo

IMG_20190206_155320_078.jpg

O CDS-PP anunciou através das redes sociais, que enviou comunicação à Câmara Municipal de Sines, para a resolução dos problemas de aquecimento na Escola Básica de Porto Covo , indicando que já tinha alertado o executivo há 2 anos sobre esta situação, mencionado que o munícipio possui competências próprias nesta área. Os centristas consideram incompreensível que tudo continue na mesma, mesmo após este alerta, e pede máxima urgência na resolução do problema, por se tratar de crianças e para evitar situações futuras.