Ministra do Mar aponta Sines como alternativa à Autoeuropa

Fotor_154434603784266.jpg

A ministra do Mar garante que se Autoeuropa quiser utilizar o porto de Sines para despachar os seus automóveis numa semana o porto fica operacional sem poeiras provenientes do carvão e com um pavimento adequado. Em entrevista ao Negócios e Antena 1, a ministra do Mar explicou que a fábrica de Palmela levantou duas questões para poder carregar em Sines, numa altura em que decorre uma paralisação no porto de Setúbal: as poeiras da central de carvão e o pavimento com gravilha. “Se a Autoeuropa manifestar o seu interesse em utilizar aquele terminal pode no prazo de uma semana começar a fazê-lo porque são intervenções muito rápidas”, afirmou a governante, explicando ainda que estão a ser criadas redundâncias nos portos nacionais para que não se fique cativo de uma só solução. Sobre a situação do Porto de Setúbal, a ministra fez pela primeira vez as contas aos prejuízos da paralisação dos estivadores que teve início a 5 de Novembro, revelando que quebra na movimentação é neste momento inferior a 50% mas que se a greve continuar até ao final do ano haverá uma redução de 70%. “O valor directo e indirecto do Porto de Setúbal é de cerca de 300 milhões de euros por ano. Se considerarmos o peso da componente induzida estamos a falar de duplicar”, afirmou Ana Paula Vitorino, que acredita que com um acordo entre estivadores e empresas de trabalho portuário ainda é possível “recuperar alguma coisa”. Ainda assim reconhece que há linhas que já saíram do pais e que poderão não voltar.

Anúncios

Porto de Sines lança novo modelo de entrega e recolha de mercadorias em 2019

14087897_770x433_acf_cropped.jpg

De acordo com um comunicado divulgado pela Administração do Porto de Sines, o novo modelo permitirá “o ordenamento dos acessos ao terminal”, melhorando a sinalização, a criação de zonas de espera.

Um novo modelo de entrega e recolha de mercadorias, por modo rodoviário, vai ser lançado, no início de 2019, no terminal de contentores do porto de Sines, com o objetivo de reduzir o tempo das operações.

De acordo com um comunicado ontem divulgado pela Administração do Porto de Sines (APS), o novo modelo permitirá “o ordenamento dos acessos ao terminal”, melhorando a sinalização, a criação de zonas de espera para veículos pesados e o controlo de identidade e confirmação de autorização no acesso dos motoristas ao terminal do porto.

Com a entrada em funcionamento do novo modelo, a PSA Sines, concessionária do terminal de contentores do porto, prevê “reduzir os tempos de operação” e “potenciar uma maior eficiência na alocação” e “utilização de recursos do terminal e dos transportadores”.

O projecto-piloto vai contar com o contributo de algumas empresas transportadoras, do concessionário do terminal e das autoridades competentes, tendo sido apresentado aos vários “stakeholders” num evento que se realizou esta semana e que contou com a presença de cerca de 50 representantes do sector.

“Numa fase seguinte, o modelo poderá ser alargado a outros transportadores e instalações portuárias”, refere a APS, considerando que o projecto “contribuirá para a melhoria das condições de competitividade” do porto de Sines e do “serviço prestado aos clientes”.

Foto: Tiago Petinga/ Lusa

Iniciativa: “É Natal na Biblioteca”.

980natalbib_1_980_2500.jpg

EXPOSIÇÃO DE PINTURA E DESENHO “ÁRVORES DE NATAL”

CAS – Biblioteca | Até 6 de janeiro | No horário de funcionamento da biblioteca | Público em geral

Quarenta desenhos e pinturas da autoria de pessoas com deficiência de todas as idades, realizados no âmbito do Concurso Nacional de Postais de Natal “A Cor do Natal”, promovido pela ANACED – Associação Nacional de Arte e Criatividade de e para Pessoas com Deficiência.

ATELIÊ CRIATIVO: DECORAÇÕES DE NATAL, PELA FORMADORA GERTRUDES RABADÃO

CAS – Cafetaria | 15 de dezembro | 14h30-18h00 | Adultos | Mediante inscrição e limitado a 15 participantes

Aprender a fazer vários enfeites de Natal, nomeadamente centros de mesa, porta-talheres, entre outros.

ATELIÊ “DAS ILUSTRAÇÕES SAEM HISTÓRIAS”

CAS – Biblioteca (setor infantil) | 18 de dezembro | 14h30-15h30 | 7-10 anos | Mediante marcação

A partir da exposição “Árvores de Natal”, os mais pequenos serão desafiados a construir histórias.

Aprovado financiamento para remodelar Escola Básica n.º 2

Escola-Básica-n.º-2-Sines-864x400_c.jpg

A Comissão Directiva do Programa Operacional Alentejo 2020 aprovou, no dia 17 de outubro, o cofinanciamento com fundos europeus da operação “Remodelação e Modernização da Escola Básica n.º 2 de Sines –  1.ª fase”.  

O objectivo da operação é proceder à ampliação e reabilitação parcial da escola, conferindo-lhe um carácter unificado e adaptando-a aos critérios funcionais e de conforto contemporâneos. 

A intervenção programada irá manter o número de salas de aula existente – nove salas de aula do 1.º ciclo e três salas de actividades de jardim infantil -, dotando, no entanto, a escola de mais valências e funcionalidade. 

Para além da requalificação das salas de aula referidas, a operação inclui a construção de um espaço polivalente e um espaço de arrecadação, a remodelação do espaço anteriormente destinado a ginásio, a renovação das instalações sanitárias e da sala de professores, a criação de uma biblioteca e a remodelação e ampliação da cobertura do recreio exterior. 

A operação “Remodelação e Modernização da Escola Básica n.º 2 de Sines – 1.ª fase” representa um investimento total de 666 028,64 €, com um investimento elegível de 400 000 €, cofinanciado à taxa de 85% por fundos FEDER / União Europeia, no âmbito do programa operacional Alentejo 2020 / Portugal 2020, o que se traduz numa contribuição comunitária de 340 000 €.

Sonangil Betão investe 2,5 ME em central de betão pronto na ZIL

Betao01.jpg

Em comunicado divulgado, a aicep Global Parques adianta que o investimento da empresa do grupo Sonangil vai “criar cerca de 25 postos de trabalho diretos e 10 indiretos nas actividades de apoio”.

O objetivo do investimento é “dinamizar este ramo de negócio no concelho de Sines e zonas limítrofes onde a empresa expande a sua atividade”.

O lote de terreno onde vão ser construídas a central de betão pronto e as instalações de apoio, cerca de um hectare do loteamento E da Zona 1 da ZILS, vai servir igualmente de “base de apoio” à Sonangil SA, outra empresa do mesmo grupo, “especializada em todo o tipo de construção civil e obras públicas”, acrescenta o comunicado.

A empresa Sonangil SA com mais de 50 trabalhadores, acrescenta, vai “satisfazer as necessidades de duas obras já adjudicadas na freguesia de Porto Covo, no concelho de Sines, e no concelho de Alcácer do Sal, no valor aproximado de três milhões de euros”.

A empresa Sonangil Betão, que tem orçamentadas outras obras no concelho de Sines e municípios limítrofes, pretende “expandir a sua actividade nesta região”, concluiu a aicep Global Parques.

Capazes promove Seminário sobre “Escolas para Tod@s”

980capazes_1_980_2500.jpg

A associação Capazes promove, dia 6 de dezembro, entre as 11h00 e as 12h30, no Centro de Artes de Sines, um seminário com o tema “Como fazemos uma escola para tod@s?”. A entrada é livre.

O encontro, moderado por Rita Ferro Rodrigues e aberto a toda a comunidade, conta com a presença de Paulo Côrte-Real (economista, professor universitário e activista LGBTI), Clara Sottomayor (juíza do Tribunal Constitucional), Carolina Reis (jornalista no semanário Expresso), Cristina Ferreira (Direcção Editorial Escolar do Grupo Leya), Isabel Rosinha (técnica superior do Núcleo para a Promoção da Cidadania e Igualdade de Género da CIG) e Lúcia Ramiro (professora do 3.º ciclo e do ensino secundário).

Durante 90 minutos, todas e todos são convidados a reflectir, colectivamente, sobre o papel da comunidade escolar e da sociedade civil na capacitação das camadas mais jovens da população, para o exercício de uma cidadania plena, promovendo uma cultura de respeito para com a diversidade e apostada em modelos igualitários de masculinidade e de feminilidade.

Encontro em Sines debate Cidadania e Direitos Humanos

980igualdade_1_980_2500.jpg

A Plataforma Supraconcelhia para a Igualdade 2017-2020 promove, a 10 de dezembro, no Centro de Artes de Sines, o I Encontro “Cidadania e Direitos Humanos”.

Integrado no Plano Intermunicipal para a Igualdade 2017-2020, o encontro tem como objectivo informar e sensibilizar para as questões da igualdade de género enquanto princípio fundamental dos direitos humanos.

As inscrições são gratuitas e estão abertas na seguinte ligação: https://tinyurl.com/ficha-inscricao-encontro

O Plano Intermunicipal para a Igualdade 2017-2020 é uma parceria entre a associação intervir.com, Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, República Portuguesa – Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade e municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines.