Nicole Pacheco é Vice-Campeã do Mundo no concurso completo de trampolins

Fotor_154174686738978.jpg

A sineense Nicole Pacheco fez parte da equipa da selecção nacional que conquistou ontem a medalha de prata no concurso completo dos campeonatos do mundo de trampolins, que decorre em São Petersburgo, na Rússia.
Na estreia do concurso completo em Mundiais de trampolins, a seleção portuguesa terminou com 24 pontos, menos três do que a China, primeira campeã do mundo de all-around, enquanto o Canadá arrecadou a medalha de bronze, em igualdade com Portugal. Nicole Pacheco fez parte da dupla feminina de trampolim sincronizado com Marina Carvalho, sendo o resto da equipa lusa foi composta por Mariana Carvalho ( novamente) e Diogo Abreu (trampolim), Raquel Pinto e Diogo Vilela (tumbling), Mafalda Brás e Diogo Carvalho (duplo minitrampolim) e as dupla masculina de trampolim sincronizado, constituída por Diogo Ganchinho e Pedro Ferreira.
Em declarações publicadas no Facebook da Federação de Ginástica de Portugal, Diogo Ganchinho, capitão da equipa portuguesa, não escondeu a alegria pela conquista da medalha: “É espectacular. É a primeira vez que esta competição acontece e conseguir este segundo lugar é espectacular para o nosso país, para o nosso desporto.”

Anúncios

Estação náutica de Sines recebe certificação.

980ens2_1_980_2500.jpg

A Estação Náutica de Sines, promovida pela Câmara Municipal de Sines e implementada pelo Sines Tecnopolo, obteve no dia 30 de outubro a certificação pela Fórum Oceano, membro e representante de Portugal junto da FEDETON (entidade gestora da rede internacional das estações náuticas).

Para o Fórum Oceano, “as Estações Náuticas de Portugal irão constituir um modelo que apresenta um conjunto de virtualidades para as organizações envolvidas e respectivos territórios, no que diz respeito à diversificação da oferta turística, combate à sazonalidade, aumento do gasto por visitante, imagem de referência e qualidade e promoção conjunta de produtos turísticos a nível internacional”.

Para os potenciais visitantes, as Estações Náuticas “garantem a qualidade do produto turístico e dos serviços prestados, bem como apoio informativo e a reserva de alojamento e serviços”.

Segundo Mónica Morais de Brito, directora executiva do Sines Tecnopolo e coordenadora da Estação Náutica de Sines, “esta certificação é um forte contributo para a afirmação turística do Município de Sines, nacional e internacionalmente, alavancando toda a oferta turística a partir de um dos recursos mais valiosos que temos: o mar”.

A cerimónia de certificação das Estações Náuticas de Portugal decorrerá a 16 de novembro, Dia Nacional do Mar, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, no âmbito da 8.ª edição do Business2Sea – Fórum do Mar 2018. Contará com a presença da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Pavilhão de Sines volta a receber a Taça da Liga

img_476x268$2018_11_07_18_52_45_1469383.jpg

O Pavilhão Municipal de Sines irá acolher a quarta edição da Taça da Liga, entre 10 e 13 de janeiro de 2019, na qual estarão presentes os oito primeiros classificados da primeira volta da Liga.

Pela primeira vez na história desta prova, o palco não muda em relação ao ano anterior, tendo na edição passada o Benfica conquistado o troféu, ao bater na final o rival Sporting por 5-2, depois de os ‘leões’ terem vencido as duas primeiras edições.

A cinco jornadas do final da primeira volta, Benfica, Sporting, Modicus, Quinta dos Lombos, Viseu 2001, Eléctrico, Fundão e Futsal Azeméis ocupam os primeiros oito lugares.

O Pavilhão Multiusos de Sines, com capacidade para 1.600 espectadores, já acolheu os encontros das taças de Portugal de futsal masculino e feminino em 2015 e a última edição da Taça da Liga de futsal, disputada entre 11 e 14 de janeiro deste ano.

“Pontos nos IS”: Debate sobre a Saúde

Fotor_154166865979756.jpgO Programa “Pontos nos IS” , da Rádio Sines, irá promover um debate sobre a Saúde no Concelho de Sines, amanhã pelas 21h no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Sines. O evento será conduzido pela jornalista Aliette Martins que contará com a participação dos convidados Dr. Correia da Cunha ( Médico Cardiologista – Ex-Director do Hospital Santa Maria/ Estudos sobre o Serviço Nacional de Saúde – Distribuição de médicos no território nacional), Dr. Bernardino Rocha ( Coord. da Equipa de Saúde Mental – Sines/Litoral Alentejano – Projecto de articulação da saúde mental com a medicina geral e familiar e o Dr. Manuel Carvalho Coelho ( Médico de Medicina Geral e Familiar e Saúde Ocupacional e Ex-Presidente da Câmara Municipal de Sines) e os comentadores António Braz e André Louzeiro.

Alentejo: Um paraíso sob pressão.

A preservação ambiental e as praias da Costa Vicentina são ameaçadas pela poluição, pelas estufas, e pelo turismo sem regras. De Sines a Sagres, o Parque Natural está nas mãos de poucos e é apetecido por muitos. Está em jogo o futuro da costa mais intocada de Portugal.

maxresdefault.jpg

A revista SÁBADO percorreu 110 km de Sines até Sagres para mostrar as ameaçaa uma costa que se habituou à reputação de retiro. Em Sines, os baluartes industriais disparam fumo para o céu dia e noite. É logo ali, na ribeira da Junqueira, a norte de Porto Covo, que começa o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina (PNSACV), o maior do país, área protegida que se estende pelos municípios de Sines, Odemira, Aljezur e Vila do Bispo até à ponta de Sagres.
Em Odemira, chovem acusações sobre a contaminação das águas pela expansão da agricultura intensiva. Em Vila do Bispo, os turistas espalham lixo e conduzem nas dunas. O apetite pela construção é transversal. “A preocupação é que os impactos sejam tão fortes que atinjam a riqueza da costa na biodiversidade bem como a economia existente, que é baseada num turismo de Natureza”, diz António Quaresma, historiador de 73 anos, especialista no Alentejo Litoral.

Para Nuno Sequeira, dirigente nacional da Quercus, o PNSACV é cada vez mais “uma região desprotegida”. “O momento é complicado porque o turismo e o imobiliário estão em alta. Teme-se que um processo de revisão da política de ordenamento do território seja uma oportunidade para a construção avançar para uma zona que está muito bem preservada”. Agentes económicos e políticos alegam que estas visões são exageradas. Agora com a desistência da Galp/ENI na passada segunda-feira, dia 29, da prospecção de petróleo em Aljezur, as associações ficaram mais aliviadas.

XIV Coral Atlântico & coros convidados.

980coral_1_980_2500.jpg

Jornada coral no seguimento dos intercâmbios realizados com grupos congéneres, de forma a possibilitar dinâmica aos grupos e, ao público da nossa região, a oportunidade de celebrar a música coral durante um fim de semana.

2 NOV: CORAL ATLÂNTICO RECEBE O CORAL BANDOLINISTA DO CONCELHO DE CASCAIS

Auditório da Santa Casa da Misericórdia de Sines | 21h00

3 NOV: CORAL ATLÂNTICO RECEBE O CORAL DO TROVISCAL (OLIVEIRA DO BAIRRO) E O CORAL DE CANDELEDA (ESPANHA)

Auditório do Centro de Artes de Sines | 21h30

Entrada gratuita | Org. Associação dos Serviços Sociais, Culturais e Desportivos dos Trabalhadores das Autarquias Locais de Sines

Debate: O que é “Ser Siniense” hoje?

980sersiniense_1_980_2500.jpg

A Câmara Municipal de Sines, através do Arquivo Municipal e do Serviço Educativo e Cultural, promove no dia 23 de novembro, entre as 10h00 e as 12h30, no Centro de Artes de Sines, um debate sobre o tema “Ser Siniense”, integrado nas comemorações dos 656 anos do município.

Em Ano Europeu do Património Cultural, a identidade do concelho de Sines vai ser discutida tendo como parceiros os escritores, artistas e criativos locais, sempre em relação / confronto com as vertentes nacional / local e a criatividade.

A comunidade de Sines tem vindo a revolucionar-se, desde a vila piscatória dos anos 60 do século XX à vila industrial dos anos 80, até à actualidade. A partir dessa evolução e das respostas a um inquérito realizado ao longo de 2018, convida-se as escolas e toda a população a participar numa discussão sobre o que somos hoje.

As inscrições são gratuitas e pode ser feitas nesta ligação.

Mais informações através dos contactos do Arquivo Municipal: arquivo@mun-sines.pt; tel. 269 860 090.