700 garrafas de vinho retiradas do Mar em Sines

O vinho esteve debaixo de água durante sete meses. As garrafas de 7 produtores da costa alentejana vão ser entregues aos comandantes da “Tall Ships 2017”.

image

Após sete meses de “repouso” no fundo do mar, em Sines, 700 garrafas de vinho da costa alentejana vão ser retiradas amanhã, e vão ser oferecidas aos comandantes dos veleiros da regata “Tall Ships 2017`.

Colocadas no fundo do mar para “maturação”, em setembro de 2016, em vários locais da área portuária, as 700 garrafas de vinho de sete produtores da região fazem parte da primeira experiência do género em Sines, segundo explicou à agência Lusa o presidente da Associação de Produtores de Vinho da Costa Alentejana, José Mota Capitão.

Agrupadas em conjuntos de 50 e posicionadas verticalmente em grades metálicas, construídas propositadamente por formandos do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), as garrafas foram colocadas em diferentes locais e profundidades com a ajuda de mergulhadores.

O município de Sines pretende que a iniciativa se repita e passe a ser “um evento anual”, que contribua para a “promoção dos vinhos da costa alentejana” e da cidade portuária, enquanto “destino turístico”.

Este ano, o vinho vai ser oferecido aos capitães dos veleiros que participam na regata “Tall Ships 2017`, que escala em Sines entre os dias 28 deste mês e 1 de maio.

Ao porto alentejano é esperada a chegada de 28 veleiros com cerca de mil tripulantes, segundo divulgou a Associação Portuguesa de Treino de Vela (APORVELA), uma das entidades envolvidas na organização do “Sines Tall Ships Festival`, integrado na “Rendez-vous 2017 Tall Ships Regatta` (RDV 2017). A regata de grandes veleiros passa por sete países, cruzando o Oceano Atlântico duas vezes.

Em Sines, os quatro dias de festival, promovido pelo município em conjunto com a Administração do Porto de Sines e do Algarve (APS), a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e do Ribatejo e a APORVELA, conta com diversas atividades de acesso gratuito, como visitas às embarcações, desfiles dos tripulantes, concertos e fogo-de-artifício.

Morreu Durval Prata Ferreira, um Sineense Notável.

19durvalg_1_980_2500.jpg

Durval Prata Ferreira, nascido em Sines em 1939, foi um dos mais eminentes sinienses da sua geração, com uma vida dedicada à sua terra em diversas qualidades: autarca, dirigente associativo, músico, carpinteiro e cozinheiro.

Durval foi um resistente antifascista e um dos fundadores do poder local em Sines, tendo integrado a Comissão Administrativa que geriu a autarquia entre 1974 e as primeiras eleições democráticas.

Foi eleito para a Assembleia Municipal de Sines (três vezes), para a Assembleia de Freguesia de Sines (três vezes) e para a Junta de Freguesia de Sines (uma vez), pelas listas da APU e da CDU.

Dos Bombeiros Voluntários ao Vasco da Gama Atlético Clube, passando pela Comissão do Carnaval e pela Associação de Artesãos, a sua colaboração com as colectividades do concelho foi permanente.

Foi, durante décadas, a figura tutelar da Sociedade Musical União Recreio e Sport Sineense.

O modo exemplar como dirigiu o refeitório da Câmara Municipal de Sines valeu-lhe a atribuição da menção de “mérito excepcional” pela autarquia.

Pelo seu contributo para a sua comunidade, recebeu a medalha de mérito municipal em 1994.

Foto: Durval Prata Ferreira na homenagem que lhe foi feita pelo Vasco da Gama Atlético Clube, em 2016.

Sines Tall Ships Festival: 28 veleiros e 1000 tripulantes

28 veleiros e cerca de 1.000 tripulantes são esperados no Tall Ships Festival, este ano. O evento vai decorrer entre 28 de abril e 1 de maio, no porto de Sines.

21041184_770x433_acf_cropped.jpg

O porto de Sines vai acolher este ano, pela primeira vez, o Tall Ships Festival, entre 28 de abril e 1 de maio, sendo esperados 28 veleiros e cerca de 1.000 tripulantes, anunciou a organização. “Praticamente todos os cais em Sines vão estar ocupados com estes grandes navios à vela”, disse à Lusa o presidente da Associação Portuguesa de Treino de Vela (Aporvela), João Lúcio.

Os Tall Ships são veleiros que estavam a ser desmobilizados há 60 anos, altura em que começou a iniciativa, e que foram desafiados para fazerem uma regata em que 50% da tripulação tivesse entre 15 e 25 anos, caraterística que se “mantém até hoje”, afirmou. “Lisboa foi a primeira cidade do mundo a receber uma Tall Ship”, sublinhou o responsável.

O Sines Tall Ships Festival insere-se na “Rendez-vous 2017 Tall Ships Regatta” (RDV 2017), uma regata de grandes veleiros que passa por sete países”, cruzando o Oceano Atlântico “duas vezes”, e que celebra nesta edição os 150 anos da confederação do Canadá. O festival terá diversas actividades, como visitas às embarcações, desfiles dos tripulantes, concertos e fogo-de-artifício, tudo com entrada gratuita.

Para João Lúcio, a parada dos tripulantes é um “momento muito alto” por ser uma “espécie de carnaval” em que os tripulantes se vestem de piratas e levam ornamentos náuticos para fazer uma festa na cidade, hábito que se faz em todos os portos onde as frotas atracam.

Para além destas atividades, a população terá ainda a oportunidade de embarcar num Tall Ship, independentemente da experiência que tenha a bordo. “Eu acho que o nosso grande navegador [Vasco da Gama] estará com certeza felicíssimo por saber que nós voltamos a trazer ao porto dele [em Sines] mastros, velas e alegria”, acrescentou João Lúcio.

Associada ao RDV 2017 existe um site e uma aplicação (iOS e Android) — Yellow Brick — que permite que o utilizador siga o rasto da frota com informações como a sua localização e velocidade, entre outras.

Hélder Guerreiro é o Candidato da CDU para a C.M.Sines

helderguerrerio_cdu_sines.jpg

Hélder Guerreiro é a aposta da CDU para a Presidência da Câmara Municipal de Sines. O actual vereador eleito pela CDU repete assim à Candidatura de 2013, quando concorreu pela primeira vez à Câmara Municipal de Sines. Antes de preencher o lugar da vereação, foi Deputado Municipal entre 2002 e 2013, tendo coordenado a Comissão Especializada do Ambiente e foi Candidato nas listas para as Legislativas de 2009 e 2011. É ainda conhecido pela sua actividade sindical, sendo o Coordenador da Comissão de Trabalhadores da Petrogal, membro da Comissão Executiva do SITE Sul e do Concelho Nacional da CGTP.

Expensive Soul em Sines

17862582_10155224504521983_3813671535319543010_n

Os Expensive Soul o famoso grupo musical composto por Demo (MC) e New Max (Mc/Produtor) que são naturais de Leça da Palmeira irão dar um concerto em Sines. Será no próximo 30 de Abril pelas 23:55 no Castelo de Sines. O grupo que mistura sons tão diversos como o regaee e o funk, tem uma actuação que faz parte de um conjunto de “diversão, networking”.

Documentário : “Al Berto, A Vida Errante”.

g_docalberto_1_980_2500

Documentário “Al Berto, A Vida Errante” de Pedro Caldas. Variações cinematográficas em torno de textos do poeta Al Berto. Com os actores Victor Gonçalves e Maria Leite. Integrado no programa À Procura de Al Berto num Jardim de Agosto. A Câmara Municipal de Sines continua a assinalar o 20.º aniversário da morte de Al Berto, figura principal da cultura em Sines e nome incontornável da poesia portuguesa. Dia 22 de Abril, pelas 21:30, no Centro de Artes de Sines – Auditório Uma produção CHIAROSCURO, com o apoio da Câmara Municipal de Sines, entre outras entidades

Trimestre em alta no Porto de Sines

porto-de-sines-1024x575

O Porto de Sines já tinha crescido 30,4% até ao final de Fevereiro, sendo que agora teve outra subida de 19,6% nos movimentos relacionado com o valor total Janeiro-Março. Durante esse período, o Terminal XXI concessionado à PSA Sines movimentou mais de 494 mil TEU. Ao nível da carga geral atingiu os 6,3 milhões de toneladas tendo ultrapassado o segmento dos granéis líquidos, que obteve um parco crescimento de 5%. No segmento dos granéis sólidos, a estimativa é que tenha ficado nos 1,5 milhões de toneladas.