Japão inicia testes de vacina contra Covid-19 em humanos.

Screenshot_20200625-171653_Chrome

A farmacêutica nipónica Agnes anunciou hoje que começará a testar na próxima semana em humanos uma potencial vacina genética contra a covid-19, com o objectivo de poder produzi-la em grande escala em 2021. A empresa iniciará os ensaios clínicos para obter a autorização de um painel de especialistas em saúde do Hospital Universitário de Osaka (oeste do Japão), que colabora com o projecto, depois de ter testado com êxito a vacina em ratinhos, segundo informou em comunicado. A vacina, a primeira dirigida à covid-19 que será testada em humanos no Japão, contém ADN modificado para codificar as proteínas do novo coronavírus, perante as quais o sistema imunitário do doente responderá gerando anticorpos contra a doença. O fármaco será ministrado inicialmente a 30 profissionais de saúde do Hospital Universitário de Osaka a partir de terça-feira e até outubro os testes vão estender-se a várias centenas de pessoas para analisar a segurança e possíveis efeitos secundários, explicou a empresa. Caso os testes avancem de forma positiva, a farmacêutica espera obter autorização para poder produzir e distribuir a vacina a nível nacional a partir de março ou abril do próximo ano.Trata-se da primeira vacina que chega a fase de testes clínicos no Japão, enquanto a nível global há cerca de uma dezena de fármacos deste tipo que começaram a ser testados em humanos.

Covid-19. Segunda vaga? Só dentro de 15 dias se confirma.

Screenshot_20200625-171010_Chrome

Só dentro de 15 dias é que o Governo e o país saberão se o aumento do número de infectados por Covid-19 é já uma segunda vaga da pandemia em Portugal, noticia o “Jornal de Notícias” (JN).

De acordo com o “JN”, cinco epidemiologistas pediram ontem ao primeiro-ministro mais tempo para analisar o que está na origem dos surtos, com especial incidência em cinco concelhos da grande Lisboa.

A possibilidade de uma segunda vaga terá sido levantada por Baltazar Nunes, do Instituto Dr. Ricardo Jorge, conta o “JN”.

Em declarações ao “JN”, Carla Nunes, directora da Escola Nacional de Saúde Pública e que integra o painel de epidemiologistas, disse que «se a subida é uma segunda onda, ‘ondinha’ ou vaga, é algo que será estudado nos próximos 15 dias». «Certo é que as cadeias de transmissão têm de ser cortadas já», vincou a especialista ao jornal.

Neste momento, Portugal contabiliza 1.543 óbitos associados ao novo coronavírus num total de 40.104 casos de infecção, mostram os dados do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado na quarta-feira. Segundo a DGS, a região de Lisboa e Vale do Tejo totaliza já 17.527 casos, tendo ultrapassado o Norte (17.339).

Foto: Lusa

Covid-19: Alentejo com mais um óbito e 3 infectados

_design_sem_nome_5ec671b871b33

O Alentejo regista mais três infectados, segundo os dados do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde desta quinta-feira, 25 de Junho. Com estes novos casos, o Alentejo, tem hoje mais três casos, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde, fazendo um total de 409, em números acumulados. No que diz respeito a mortes, o Alentejo regista hoje mais uma (a terceira) que deverá ser a de um idoso de Reguengos de Monsaraz.

Espaço do Projecto Entre Nós reabre portas.

Screenshot_20200625-165915_Chrome

O espaço do projecto Entre Nós – E7G, localizado no antigo centro de saúde de Sines, volta a abrir portas diariamente a partir de 1 de julho.No período da manhã, das 10h00 às 13h00, continuam as actividades à distância, online. No período da tarde, das 14h00 às 18h00, realizam-se actividades presenciais, cujo ponto de encontro será sempre o espaço do projecto, pelas 14h00. Este ano, devido à Covid-19, o número de participantes será limitado. Serão aceites 10 participantes por dia, previamente inscritos. As actividades realizar-se-ão, na sua maioria, ao ar livre, como forma de prevenção de contágio: caminhadas, piqueniques, visitas temáticas, jogos de rua, etc. O Entre Nós apela a todos os participantes o cumprimento das regras de segurança: uso de máscara de protecção, distanciamento de dois metros e lavagem / desinfecção frequente das mãos. Integrado no Programa Escolhas, o projecto Entre Nós – E7G visa a integração dos jovens dos 6 aos 25 anos, dotando-os de competências sociais, comportamentais e formativas, e apoiando-os na transição para o mercado de trabalho. Os destinatários principais são as crianças e jovens descendentes de imigrantes, a comunidade cigana e jovens que não estudam nem trabalham. O consórcio do projecto tem a Câmara Municipal de Sines como entidade promotora e o Sines Tecnopolo como entidade executora. São parceiros a Associação de Armadores Pesca Artesanal Costa Vicentina em Sines, a associação Resgate, a Associação Caboverdiana de Sines e Santiago do Cacém, o Agrupamento de Escolas de Sines, a Escola Secundária Poeta Al Berto, a CPCJ de Sines e a cooperativa Espiga.Mais informações: entrenos.e7g@sinestecnopolo.orgO programa Escolhas é promovido pela Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade e pelo Alto Comissariado para as Migrações. É cofinanciado pelo PO ISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego / Portugal 2020, com fundos Fundo Social Europeu / União Europeia.

Diabéticos e hipertensos vão ter regime de protecção contra Covid-19.

Screenshot_20200624-162907_ChromeO Parlamento vai incluir os diabéticos e os hipertensos nas medidas de apoio e protecção criadas devido à pandemia de Covid-19. A proposta foi aprovada na comissão de saúde, esta quarta-feira, com o voto contra do PS e os votos a favor dos restantes partidos políticos. As propostas apresentadas pelo PSD, pelo Bloco de Esquerda e pelo PCP pediam a alteração do decreto do Governo que deixava estes doentes crónicos de fora do regime especial de protecção contra Covid-19, respondendo ao apelo feito pela Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP).

Inicialmente, o decreto-lei que alterou as medidas excepcionais e temporárias por causa da pandemia previa que os diabéticos e os hipertensos, tal como outros doentes crónicos ou pessoas imunodeprimidas, pudessem justificar a falta ao trabalho mediante declaração médica, se não tivessem condições para “desempenhar a sua actividade em regime de teletrabalho ou através de outras formas de prestação da actividade”.

Mas a 5 de maio, quatro dias depois da publicação do decreto, foi feita uma rectificação ao diploma, passando a excluir os diabéticos e hipertensos do regime excepcional de protecção.

Covid -19/Dados DGS: Alentejo acima dos 400 casos.

_design_sem_nome_5ec671b871b33

Segundo o último Boletim Epidemiológico da DGS, tornado público no dia de hoje, 24 de junho, foram confirmados 406 casos de COVID-19 no Alentejo, mais nove em relação ao dia de ontem. Continuam registadas duas mortes na região. Relativamente à caracterização demográfica (concelhos), Évora e Beja registam um aumento de um caso, Reguengos de Monsaraz aumenta 13 casos, Vila Viçosa entra nos registos com 3 casos de infecção no concelho, segundo a DGS. Sines mantém os mesmos 2 casos confirmados.

Campanha de desinfestação de esgotos antecipada.

Screenshot_20200624-160148_Chrome

A Câmara Municipal de Sines antecipou para esta semana a campanha bimestral de desinfestação de esgotos prevista para julho.O objectivo da antecipação dos trabalhos é controlar focos de baratas que surgiram em alguns pontos da cidade. O serviço de desinfestação é um serviço regular adquirido pela Câmara Municipal de Sines. Abrange toda a cidade de Sines, Porto Covo e o Bairro Novo da Provença.

Concurso “Filmar para sensibilizar” já tem premiados.

980filmar_1_980_2500 (1)

Nuno Faria é o vencedor da 2.ª edição do concurso de vídeo “filMAR para Sensibilizar”, promovido pela Câmara Municipal de Sines no âmbito das actividades do Programa Bandeira Azul da Europa 2020. Nuno, 14 anos, frequenta a Escola Secundária Poeta Al Berto e venceu o concurso com o filme “Um Mar de Lixo”. Em 2.º lugar, ficou classificado o filme “Ondas de Poluição”, de Marta Guerreiro, também com 14 anos, aluna da Escola EB 2,3 Vasco da Gama. Nuno Faria recebe um prémio no valor de 400 euros e Marta Guerreiro recebe um prémio no valor de 250 euros, ambos oferecidos pelo patrocinador, a empresa Águas de Santo André. O objectivo desta edição do concurso foi dar aos alunos do 3.º ciclo do ensino básico das escolas do concelho uma oportunidade para usarem os seus talentos criativos e serem uma voz pela protecção dos oceanos, contribuindo para sensibilizar para o problema do lixo marinho. O júri do concurso foi composto por Paula Ledo (vereadora do  Ambiente da Câmara Municipal de Sines), Diogo Vilhena (realizador), Sandra Miguel (representante das Águas de Santo André), João Castro (Universidade de Évora / ECT-MARE-CIEMAR) e Carla Lourenço (Straw Patrol). Os trabalhos foram avaliados com base nos seguintes critérios: utilização de linguagem correcta e clara, informação científica, adequação ao tema, qualidade de pesquisa que reflecte, relevância e potencial de impacto da mensagem e originalidade. O concurso “filMAR para sensibilizar” teve o apoio da seguintes entidades: Associação Bandeira Azul, Universidade de Évora / Escola de Ciências e Tecnologia, MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, CIEMAR – Laboratório de Ciências do Mar da Universidade de Évora e Straw Patrol.

Inscrições abertas para Apoio Social Escolar e AAAF.

Screenshot_20200624-155101_Chrome

A Câmara Municipal de Sines abriu inscrições para o Apoio Social Escolar (pré-escolar e 1.º ciclo) e as AAAF – Actividades de Animação e Apoio à Família (pré-escolar) no ano lectivo 2020/2021.O local das inscrições é o Balcão Único do Município de Sines, nos Paços do Concelho ou em Porto Covo, podendo também ser utilizados o correio electrónico (geral@mun-sines.pt) e a morada postal da autarquia. As inscrições para o Apoio Social Escolar não têm data limite, mas, para o 1.º ciclo, é recomendável que sejam feitas até 24 de julho, pois após essa data as ofertas de livros de actividades e materiais escolares ficam condicionadas.

No caso das Actividades de Animação e Apoio à Família, os prazos a respeitar são os seguintes:

  • Renovações (alunos que já frequentaram o pré-escolar público no ano anterior): de 15 de junho a 31 de junho de 2020
  • Inscrições (alunos que frequentam o pré-escolar público pela primeira vez): de 01 de setembro a 15 de outubro de 2020

Nos formulários disponibilizados abaixo são especificados os documentos a entregar nos atos de inscrição ou renovação. Caso a inscrição seja presencial, basta trazer os documentos a anexar. Não é preciso trazer os formulários preenchidos.

Festas? “Amigo infecta amigo. Sê amigo, não vás”, apela DGS

IMG_20200623_133807_308

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) apelou, esta terça-feira, para que a população evite realizar festas ou ajuntamentos com muitas pessoas. “Não combines festas nem convívios com muitas pessoas. Protege-te a ti, aos teus amigos, à tua família. Parar a transmissão deste vírus depende de cada um de nós”, apela a autoridade de saúde, numa publicação partilhada nas redes sociais. “Amigo infecta amigo. Sê amigo, não vás”, lê-se ainda. Recorde-se que depois de uma festa em Lagos originar um surto de covid-19 na região do Algarve, as festas ilegais têm-se tornado uma das principais preocupações, tanto para as autoridades de saúde como para as forças de segurança.